Qual a importância da Avaliação em Motricidade Orofacial?

Erica Sitta

Erica Sitta Publicado 20/10/2016 


É comum na prática fonoaudiológica o profissional receber o paciente e logo na primeira sessão realizar a anamnese e alguma avaliação. Feito isso, ele inicia a terapia sobre a alteração que foi observada. Mas será que tudo foi mesmo realmente avaliado? Quando percebemos que o diagnóstico correto é o grande aliado ao sucesso de nossas terapias, tomamos consciência de que a avaliação é a mais importante sessão da Fonoaudiologia. Porque quando alguma parte da avaliação facial ou dentária não foi examinada, esse deslize refletirá em um atraso na adequada reabilitação. E então… parece que os exercícios já não estão fazendo mais efeito e/ou surge dificuldades em instalar o padrão adequado da função estomatognática.

E como resolver isso? Afinal o paciente nos procurou para resolver o seu problema. E quanto mais tempo ele ficar com o fonoaudiólogo, mais desacreditado no tratamento ele ficará.

O papel do terapeuta é resolver a alteração fazendo desaparecer a queixa inicial do paciente e tudo isso ainda em um curto espaço de tempo. Por isso eu sempre insisto na importância da avaliação em motricidade orofacial. Quanto mais completa e eficiente ela for, mais rápido seu paciente ficará satisfeito. E ficando feliz e satisfeito ele falará bem de você como profissional. E isso atrairá mais e mais pacientes até você.

Você tem outro motivo para achar a avaliação em M.O. importante? Dê sua opinião!


Voltar ao topo